Fique por dentro!

Expedição tucunaré-azul

por Ricardo Sanches, Gustavo Hillesheim e Thiago Camero
Postado em 04 de Abril de 2018

Todos nós temos sonhos, a grande questão é: o que fazer para torná-los realidade?

O tempo parece passar muito rápido e as obrigações do dia a dia nos prendem. Cumprimos nossos compromissos muitas vezes com a cabeça em outro lugar, imaginando aquela calmaria, água, natureza e os troféus a serem conquistados. Dessa maneira, tudo começou com um sonho, uma ideia: fazer uma viagem de pesca fora do comum, explorando diferentes locais em uma mesma empreitada, buscando acima de tudo aventura e belos tucunarés-azuis!

Formamos a equipe, composta por três pescadores aficionados pela pesca e então bastou colocar a ideia no papel, buscar apoio de empresas que a comprassem e correr atrás de torná-la realidade. Foi um ano todo entre a elaboração do projeto e o dia em que literalmente colocamos o pé na estrada e partimos atrás de aventura, conhecimento e claro, peixe grande. 

O roteiro partia de Toledo (PR) rumo ao reservatório de Ilha Solteira (SP), depois o lago de Serra da Mesa (GO), o Lago do Peixe Angical (TO) e já no caminho de volta, São Simão (GO). Fizemos um planejamento de um dia e meio de pescaria em cada local, com exceção do lago do Peixe Angical, onde seriam cinco dias.

O maior desafio seria encontrar os famosos azulões nos locais em que não iríamos pescar por muito tempo, principalmente em virtude da falta de conhecimento dos pontos. Identificar as estruturas e a técnica adequada para capturá-los exigiria muita observação, leitura do local, das condições ambientais e identificação do comportamento dos peixes.

Cientes de quase tudo que poderíamos encontrar, pois na pescaria e em aventuras como essas sempre prevalece o incerto, chegou o dia de iniciar a expedição. Assim, partimos com o carro e uma carreta adaptada com três caiaques, muita bagagem e com a cabeça cheia de entusiasmo e expectativa, prontos para enfrentar até então a maior aventura de nossas vidas.

A íntegra desta reportagem você confere na Edição 280 da Pesca & Companhia

Newsletter

CADASTRE-SE E RECEBA TODAS NOSSAS NOVIDADES!

comentários