Fique por dentro!

Encantos de uma terra estrangeira

por Rosa Nakamura Vernillo
Postado em 09 de Janeiro de 2018

Conhecer novos costumes, novas comidas e novas maneiras de pescar fazem da Argentina um destino perfeito para a próxima pescaria

Adentrar em um país diferente aguça nossa curiosidade e faz com que a percepção do diverso se torne diversão na terra nova. Ao chegarmos em Foz do Iguaçu (PR), fomos prontamente recebidos pelo motorista do transfer que com muita experiência acomodou nossas bagagens e varas para seguirmos rumo ao nosso destino: As Cabañas Puerto Paraiso, na província de Corrientes.

Um trecho com cerca de quinhentos quilômetros pela Ruta Nacional 12. Esta é uma rodovia totalmente asfaltada, bem conservada, pedagiada e em alguns trechos duplicada.

No caminho, observando a paisagem, é notório observar a mudança de cultura e de vegetação. Passando pela província de Misiones, a preservação das matas entra em contraste com dezenas de barracas de índios na beira da estrada, que vendem orquídeas extraídas dessas matas, sem critérios de qualidade, quantidade ou tamanho da planta. Há também os vendedores de “chipa”, um biscoito tradicional da culinária paraguaia que é parecido com o nosso pão de queijo, mas com consistência mais dura e sabor próprio.
 
O Paraguai faz fronteira com a Argentina no curso do Rio Paraná e a RN12 circunda este rio desde a entrada na Argentina, pela cidade de Puerto Iguazú, até a capital da província de Corrientes, Corrientes.

As Cabañas Puerto Paraíso tem pousadas em três cidades: Itatí, Yahapé e Itá Ibaté, todas na província de Corrientes. Começamos nossa pescaria pela cidade de Itatí, onde fomos carinhosamente recebidos por Federico, que com sua hospitalidade costumeira, nos recebeu de braços abertos e sorriso verdadeiro.

A íntegra desta reportagem você confere na Edição 277 da Pesca & Companhia! 

Newsletter

CADASTRE-SE E RECEBA TODAS NOSSAS NOVIDADES!

comentários