Fique por dentro!

Suiá-Miçu em dose dupla

por Redação
Postado em 04 de Outubro de 2017

Juninho e Guilherme Monteiro tiveram a feliz coincidência de pescar no Rio Suiá-Miçu na mesma semana, em agosto. Confira os dois relatos da busca pelos cobiçados trairões

Sem combinar nada, Juninho e Guilherme Monteiro se encontraram no Rio Suiá-Miçu. O paulista de Terra Roxa encarou 3 mil km a bordo de seu carro, na companhia de sua mulher, Rosa, enquanto que o gaúcho de Bagé optou por fazer todo o percurso de avião. 

A diferença no meio de locomoção pode ser justificada devido à distância muito maior para Monteiro. Mas, somente por isso, já dá para imaginar que cada um teve uma história diferente. Chegar à pousada pode ser uma verdadeira epopeia para quem pretende visita-la. Só que cada minuto de viagem é compensado pelo tamanho  e quantidade dos peixes. Além, é claro, de paisagens exuberantes que tornam tudo inspirador e renovam a confiança.

Cada um no seu estilo. Um acompanhado da mulher, outro do amigo. Técnicas e resultados diferentes. Tudo numa mesma semana, nos mesmos dias. Você, amante da pesca, confere a seguir os dois relatos e só tem a ganhar com as experiências que vão ser contadas. 

Aproveite, ajuste ao seu conhecimento e seja o próximo a encarar o lendário trairão amazônico! 
 

 

A íntegra desta reportagem você confere na Edição 274 da Pesca & Companhia

Newsletter

CADASTRE-SE E RECEBA TODAS NOSSAS NOVIDADES!

comentários