Fique por dentro!

Piaparas ariscas, dourados ferozes

por Guilherme Monteiro
Postado em 07 de Maio de 2018

Um dos locais mais promissores para as duas espécies fica na divisa entre Uruguai e Argentina. E a prova disso é a pescaria relatada a seguir, com fartura e qualidade!

Já faz um pouco mais de um ano que fui a Concórdia, na província de Entre Rios, na Argentina, com o objetivo de fazer uma matéria sobre as gigantes piaparas do Rio Uruguai, conhecidas nos países vizinhos como “bogas”. Porém, naquela ocasião, acabei encontrando um rio com muita água, com a Represa de Salto Grande gerando muita energia, e as condições estavam propícias para os dourados, um problema que não faz mal a nenhum pescador. 

Na oportunidade, além de belos “reis do rio”, acabei acertando um tremendo surubin-pintado, fazendo bait casting na costa uruguaia, num lance que acabou misturando sorte com fé, pois acreditar é preciso em qualquer pescaria.

“Hay pique de bogas”. Recebo esta mensagem do meu amigo Rafa Geier, meu parceiro que além de guia, é um exímio pescador da espécie. Como já havia errado o alvo noutra oportunidade, esta frase foi suficiente para rapidamente me preparar para rumar para esta simpática cidade mais uma vez, para desta feita focar minha pescaria nas gigantes piaparas que habitam as águas deste rio majestoso. 

Meu amigo para todas as horas, Carlos Alberto não pode me negar a companhia nesta viagem, relativamente “curta”, pois são apenas 500 km de Bagé (RS) – onde moro.

A íntegra desta reportagem você confere na Edição 281 da Pesca & Companhia!
 

 

Newsletter

CADASTRE-SE E RECEBA TODAS NOSSAS NOVIDADES!

comentários