Dicas de Pesca

Como escolher o anzol circular (circle hook)

por Lielson Tiozzo
Postado em 10 de Janeiro de 2017

Anzol circular tem ficado cada vez mais comum em todos os tipos de pescarias pelo Brasil

Muitos pescadores aderiram o anzol circular (circle hook) por ser considerado mais eficiente na fisgada (o peixe se fisga sozinho) e por causar menos acidentes  – uma vez que ele não pode ser totalmente engolido. No entanto, como escolher o modelo correto? 

Leve em consideração o tamanho
Avalie a característica do peixe-alvo e repare se ele teria capacidade de engolir o anzol e a isca. O tamanho pode variar de fabricante para fabricante, já que o tamanho do círculo não segue um padrão único. Ou seja, o 4/0 de uma determinada marca pode ser equivalente ao 7/0 de outra, ou ao contrário. Faça uma pesquisa.  

Avalie o material
Anzóis feitos com materiais antioxidantes duram mais tempo. Se for pescar em águas salgada ou salobra, eles precisam suportar a ação corrosiva para evitar rompimentos futuros.

Espessura varia da espécie
Quanto mais fino for o anzol, mais fácil será a penetração na boca do peixe alvo. Contudo, quando o peixe-alvo possuir dentição destacada, como os dourados ou os redondos dos pesqueiros, um anzol menos espesso pode ser facilmente quebrado. A regra do mais fino é mais útil para robalos, tucunarés e bagres. 

Tamanho da haste
Anzóis de haste curta interferem menos com a apresentação de isca, enquanto que os de mais longa são usados com iscas maiores. O tamanho compatível com o da isca influenciará na apresentação mais ou menos realista. 

Newsletter

CADASTRE-SE E RECEBA TODAS NOSSAS NOVIDADES!

comentários