Dicas de Pesca

Rã é uma boa isca para pesca de traíra

por Redação
Postado em 17 de Outubro de 2017

Encontrar as rãs, no entanto, pode ser um empecilho dependendo de onde você morar

Uma alternativa de isca natural para a pesca da traíra é a rã viva. O anfíbio é resistente e, ao se debater n’água, chama atenção dos predadores, sobretudo dos maiores exemplares.

O uso de rãs vivas inspirou o desenvolvimento dos “sapos artificiais”, os frogs/softs. Elas são predadas por traíras em condições naturais, já que procuram os espraiados e as partes rasas das lagoas nos períodos de reprodução. Então, como estes lugares também são habitados pelas dentuças, acabam virando presas fáceis, já que a pele macia é muito danificada com uma só mordida. 

Segundo o especialista na pesca às traíras, Guilherme Monteiro, a forma de iscar é simples: “a rã deve estar Inteira. Eu passo o anzol no couro do lombo do animal e cruzo as pernas pela pele”.  Uma boa sugestão de anzol é o de modelo maruseigo.  O emprego do chumbo vai variar das condições do lugar escolhido. 

Para adquirir as rãs, uma opção é consultar os ranários, locais especializados em criação de rãs para consumo ou até mesmo estabelecimentos especializados em iscas vivas.  

Newsletter

CADASTRE-SE E RECEBA TODAS NOSSAS NOVIDADES!

comentários