Fique por dentro!

Com baixo nível d’água, pesca no Rio Paraná fica comprometida

por Redação
Postado em 01 de Agosto de 2018

Barcaças ficaram presas na eclusa da hidrelétrica de Yacyretá por vários dias até conseguirem navegabilidade

As condições de pesca no Rio Paraná, na fronteira entre a Argentina e o Paraguai, estão comprometidas nos últimos dias. Pescadores locais informaram que o rio atingiu depois de muitos anos um nível inferior a um metro, algo que inviabiliza a navegação em muitos trechos. 
 
O que pode resumir a dificuldade imposta pelo baixo nível do rio é a situação de 64 barcaças do Paraguai, as quais possuem um carregamento de US$ 50 milhões em grãos, e precisam desembarcar nos portos de Rosário, na Argentina, e Nueva Palmira, no Uruguai, ainda nesta semana. 

As embarcações permaneceram durante vários dias nas eclusas da Hidrelétrica de Yacyretá, esperando que as águas liberadas por Itaipu fizessem com que o rio atingisse pouco mais de um metro. Até então o nível chegou a 72 cm, segundo os funcionários do Porto de Ayolas. 

O problema para pescadores amadores que estão na região é que, com a chegada de uma frente fria, somada ao novo fluxo d’água, a tendência é que os peixes fiquem muito manhosos.  Segundo o departamento técnico de Yacyretá, o rio deve ter um volume um pouco maior até esta quinta-feira, 2, e logo deve baixar novamente. 

Newsletter

CADASTRE-SE E RECEBA TODAS NOSSAS NOVIDADES!

comentários