Fique por dentro!

Pescador paga, mas não leva Licença de Pesca

por Lielson Tiozzo
Postado em 01 de Dezembro de 2017

Secretaria prorroga prazo, mas solução não satisfaz os amantes da pesca

A Licença de Pesca Amadora ganhou um novo prazo de validade, conforme a portaria divulgada pela Secretaria de Pesca.  No entanto, apesar de admitir as “falhas no sistema” e ter tentando uma solução, o órgão não escapa das críticas dos internautas. Muitos dizem que “pagam, mas não levam”.

Nas redes sociais da Pesca & Companhia leitores relataram que mesmo pagando o boleto com as taxas, não conseguem imprimir o documento definitivo (clique na imagem). Outros contam que há meses estão tentando uma solução, mas ficam sem respostas. Há também casos em que o pescador sequer consegue imprimir a licença provisória.

O grande problema apontado por eles é que a fiscalização do Ibama ou de agentes da Polícia Militar Ambiental “não perdoa”. O equipamento acaba apreendido e uma multa que pode ultrapassar R$ 1 mil é aplicada. Nem mesmo comprovantes de pagamento e a explicação de que o site da Secretaria não funciona resolvem.

Vale destacar que em algumas regiões o pescador pode apresentar apenas a licença estadual ou local. É o caso de Mato Grosso do Sul, onde nos rios que nascem e desaguam no estado o cidadão deve apresentar o documento local, emitido pela IMASUL. 

A Pesca & Companhia havia antecipado que a transferência da Pesca do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços para a Presidência poderia agravar um problema que começou em 2016 e segue sem um prazo para acabar...

Newsletter

CADASTRE-SE E RECEBA TODAS NOSSAS NOVIDADES!

comentários