Fique por dentro!

Profissionais são multados em quase R$ 4 mil por pesca com redes

por lielson
Postado em 16 de Abril de 2018

Flagrante se deu em Mato Grosso do Sul, onde o uso do apetrecho é proibido

Dois pescadores profissionais foram multados em R$ 3,8 mil (cerca de R$ 1,9 mil cada um) por praticarem pesca com redes no Rio Amambai, nas proximidades de Naviraí (MS). Eles faziam uso do apetrecho proibido e já haviam capturado alguns peixes. Agora irão responder pelo crime ambiental e podem pegar até três de detenção.
 
Segundo a PMA, os pescadores foram surpreendidos quando estavam em uma embarcação nas proximidades da ponte da rodovia BR 487, conferindo redes (petrechos proibidos) de pesca que haviam armado no rio.

A PMA ordenou a retirada dos petrechos ilegais, que perfizeram um total de 10 redes de pesca, medindo 500 metros. Dois exemplares de peixes da espécie curimbatá que estavam mortos na embarcação foram apreendidos, juntamente com o barco e o motor de popa utilizados na pescaria ilegal, além de uma tarrafa (petrecho proibido) que estava na embarcação dos infratores. Cerca de 10 kg de peixes que estavam vivos presos às redes foram soltos no rio.

“Prisões deste tipo são fundamentais para a prevenção à depredação de cardumes, pois se esses elementos tivessem mais tempo e encontrassem um cardume, o dizimariam rapidamente com essa quantidade de redes, petrecho que tem alto poder de captura”, informa a PMA.

Newsletter

CADASTRE-SE E RECEBA TODAS NOSSAS NOVIDADES!

comentários