Fique por dentro!

“Pesca aberta” dá mais trabalho à Polícia Ambiental, diz Major

por lielson
Postado em 04 de Março de 2015

Em apenas três dias, agentes estão atentos com flagrantes de crimes contra à natureza pelos rios brasileiros

Na última segunda-feira policiais apreenderam 500 metros de redes ilegais em MS (Foto: PMA/MS) Na última segunda-feira policiais apreenderam 500 metros de redes ilegais em MS (Foto: PMA/MS) A pesca está liberada na maior parte das bacias brasileiras desde o último domingo. E as Polícias Ambientais vêm tendo muito trabalho. Mais do que durante o período de proibição. Quem comenta é o Major Ednilson Queiroz, da Polícia Militar Ambiental de Mato Grosso do Sul. “Infelizmente não é errado afirmar que temos mais trabalho agora que durante a piracema”, afirma o oficial, em contato com a reportagem da Pesca & Companhia. “Durante a pesca aberta são muitos pescadores e vários casos que são crimes para ser fiscalizados – medida de peixe, cota, petrechos, locais proibidos...”. Entre novembro e fevereiro houve a “Operação Piracema” em diversos estados. Alguns tiveram números expressivos de apreensões, como Tocantins - com 50 toneladas. Já Mato Grosso do Sul teve pouco mais de 600 kg. “Apesar de ser o período de defeso extremamente crítico, durante a piracema a fiscalização é focada no monitoramento dos cardumes para evitar a depredação, porém, como não existem pescadores nos rios, é uma fiscalização mais simplificada”, avalia o oficial. A piracema é o período de reprodução dos peixes. Durante quatro meses apenas a pesca de subsistência fica permitida. Profissionais e amadores são barrados, justamente para não encontrarem cardumes de fêmeas e causarem um extermínio. “É crítica a piracema, porque qualquer descuido dos grandes cardumes formados pode-se perder grande quantidade de pescado”, explica o Major. Desde domingo a PMA/MS vem anunciando a apreensão de pescados fora de medida, redes, anzóis-de-galho e entre outras ações ilegais, mesmo com a abertura da pesca.

Newsletter

CADASTRE-SE E RECEBA TODAS NOSSAS NOVIDADES!

comentários